quarta-feira, 22 de novembro de 2017

86º ANIVERSÁRIO da U. P. F. COLMEAL


Todas as associações regionalistas, comissões de melhoramentos, ligas e grupos de amigos, comemoram anualmente, com grande dignidade e muito entusiasmo, empenhando-se para reunir a sua massa associativa, por vezes tão dispersa geograficamente, no que é para todos e no que representa para todos, o almoço de aniversário da sua colectividade.

Quem acompanha de perto o movimento regionalista e a imprensa regional, sabe o que se tem escrito sobre almoços de aniversário. Basta ler / reler Maria Beatriz Rocha Trindade, António Lopes Machado, João Nogueira Ramos, ou da nossa freguesia, Lisete Paula de Almeida de Matos, António Santos Almeida (Fontes), António Simões Lopes, Fernando Costa ou Henrique Mendes.

Continuando a pugnar pela introdução de um pequeno apontamento cultural na comemoração de cada um dos nossos aniversários, ocupámos parte da manhã a visitar o Museu Rural e do Vinho do Concelho do Cartaxo, que se encontra instalado na Quinta das Pratas, em diferentes edifícios que outrora tiveram funções de apoio à actividade agrícola da quinta.



A visita iniciou-se pela exposição de carácter permanente com a apresentação de elementos geográficos, etnográficos e históricos do concelho. Objectos associados ao pão, ao azeite, ao cavalo e ao touro, tais como: o arado, o mangual, a tremonha, a talha, o pote para a azeitona, a espora, a sela, o freio, a cabeçada, o estribo, o traje do campino, a casaca do cavaleiro, o chocalho, a guizeira, etc..
Num alpendre, objectos que documentam a mecanização agrícola nos campos do Ribatejo: tractor agrícola, carro de bois, charrua brabant dupla ou de volta aiveca, charrua pombal, grade de ferro, canga, peneiro e ensacador de farinha. Na taberna tradicional, reconstruída com todos os elementos característicos deste espaço de convívio, houve uma prova de vinhos ribatejanos, branco e tinto. Para finalizar, entrámos numa antiga adega, restaurada, onde nos foram apresentadas as várias fases da produção do vinho. Este espaço é hoje, uma referência nacional, para o público em geral, e sobretudo, para os especialistas da cultura vitivinícola.













O almoço foi servido, como informámos, na Quinta da Feteira, em Fazendas de Almeirim, onde já havíamos comemorado dois aniversários. Entradas servidas no exterior, com um dia em que o tempo foi “nosso amigo”. Um autocarro vindo do Colmeal, dois de Lisboa e transporte próprio, trouxeram até àquele espaço acolhedor mais de duzentos sócios e amigos da União progressiva.
Excelente serviço. Um convívio onde não faltou alegria e animação. O lanche serviu para retemperar energias gastas com a bailação. Antes de se cantarem os parabéns, o presidente da União, num breve improviso recordou as actividades mais recentes e com todos os seus colegas, dos vários órgãos, perto de si, não deixou dúvidas de que a colectividade é um conjunto empenhado em trabalhar para que a União possa continuar a ser apontada como uma referência no meio regionalista. Carlos de Jesus anterior presidente da Junta de Freguesia, aproveitou para se despedir dos presentes, e manifestou o seu agrado pelo modo como sempre foi possível colaborar com a União.

































União Progressiva da Freguesia do Colmeal. Oitenta e seis anos.
A colectividade mais antiga da freguesia e uma das mais antigas do concelho.

UPFC

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

SOLIDARIEDADE – fogos florestais


Continua bem presente na memória de todos, a calamidade que varreu grande parte do país e afectou particularmente a nossa região e a nossa freguesia.

Desde a primeira hora que sugerimos aos nossos associados e amigos que canalizassem os seus donativos para as contas solidárias abertas em várias instituições e por várias entidades.

Verificamos, no entanto, o que muito nos sensibiliza pela confiança que em nós depositam, que alguns preferem entregar à União os seus donativos, que fará uma gestão cuidada e criteriosa dos mesmos.
Todos os donativos que forem depositados / transferidos para a conta da União Progressiva da Freguesia do Colmeal, no Banco BPI (NIB PT50 0010 0000 3254 3590 0015 4) serão depois, reencaminhados para a Junta da União das Freguesias de Cadafaz e Colmeal, a entidade que mais próxima está das situações mais preocupantes e carenciadas de acção imediata.
Outros bens, alimentares, vestuário, mobiliário, rações, etc. poderão / deverão ser dirigidos, directamente, para a Junta de Freguesia.

Agradecemos uma vez mais, a confiança que em nós depositam. Tudo faremos para continuar a merecer a vossa amizade e solidariedade.

Para todos, o nosso bem-haja.

A Direcção

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

COLMEAL – FOGOS FLORESTAIS

UNIÃO PROGRESSIVA ENTREGA DONATIVO


Correspondendo ao espírito de entreajuda e solidariedade que sempre caracterizaram o movimento regionalista em geral e a União Progressiva da Freguesia do Colmeal em particular, a sua Direcção deliberou por unanimidade e a concordância de todos os membros dos seus corpos sociais – Assembleia-Geral, Conselho Fiscal e Delegação, atribuir um donativo no montante de €10.000,00 (dez mil euros) para enfrentar no imediato, as situações mais prementes que resultaram dos recentes fogos florestais.

A decisão de fazer a entrega deste donativo à Junta da União das Freguesias de Cadafaz e Colmeal, prende-se com o facto de ser a entidade que, no terreno, mais próxima está das situações, carenciadas do seu empenho e acompanhamento.
Apesar de termos conhecimento, que as pessoas afectadas pelos fogos florestais se podem candidatar a subsídios e fundos comunitários ou outros, temos consciência que situações haverá, que não poderão esperar por essas decisões.

O Executivo da Junta, que teve a amabilidade de nos receber na passada sexta-feira, dia 3 de Novembro, agradeceu sensibilizado este gesto da União Progressiva, dando a garantia de uma correcta aplicação do donativo junto dos mais afectados na freguesia.

Estamos confiantes de que os sócios e amigos que nos contactaram manifestando a sua preocupação e vontade de ajudar, ficarão satisfeitos ao ter conhecimento do modo como foi aplicado este donativo.

Foi manifestado ao novo Executivo da Junta a total disponibilidade da Direcção, para em conjunto, analisarmos situações de possível colaboração.

Direcção da UPFC